Wikipédia já é nosso patrimônio. Não preciso da Unesco pra saber disso!

26 maio

“Não acredito que um dia a Wikipédia estará completa. Ela não terá fim do ponto de vista de conteúdo, já que o conhecimento humano nunca terá fim. Assim, tanto o conhecimento quanto a Wikipédia estarão sempre crescendo.” ~Jimmy Wales, fundador da Wikipédia.

Nesta ultima quarta feira (25/05), a nossa querida “enciclopédia livre” lançou uma campanha para se tornar patrimônio da humanidade. Enquanto Jimmy Wales está na Alemanha tentando convencer o governo a apoiar sua candidatura (a galera de lá é uma das comunidades mais engajadas do site), você pode fazer sua parte e assinar uma petição aqui, apoiando a idéia e dando forças a Wikipédia.

Legal, romântico até. O primeiro espaço digital “patrimônio da humanidade”. Mas sinceramente, será isso mesmo necessário?

Vou ser honesto: Não vivo sem. Confesso que sou super curioso, tudo que eu me deparo que eu não conheço, eu vou e Google neles!E 90% das vezes lá esta a Wikipédia pra me informar. Mesmo quando o artigo esta mal feito ou incompleto pode ter certeza que pelo menos ela aponta a direção.

Ela se auto denomina “Enciclopédia livre” mas na verdade ela é muito mais que isso. A Web é uma “enciclopédia livre”, nela vale tudo e quem impera é o mais forte, o que não é necessariamente o melhor ou o mais inteligente, mas aquele que tem mais trafego. Se você não sabe navegar no mar de conteúdo, você é engolido por informações erradas, desatualizadas ou até enganosas. Já a Wikipédia por mais livre que seja, tem regras, uma comunidade ativa que fiscaliza o conteúdo. É uma proposta organizada e elegante em meio ao Caos da Web. Tem erros obviamente, mas a proposta e sua execução sobrepõe qualquer #mimimi que você pode ter.

E o melhor: Sem fins lucrativos!Não se cobra nada por isso. Conhecimento coletivo puro. Você fez, é seu. Em alguns aspectos eu diria que é a entidade que melhor representa os valores nos quais a internet surgiu: uma plataforma livre para nós construirmos, e nós cuidarmos. Wikipédia não é uma empresa, como os queridinhos Facebook e Google por exemplo, e sendo assim não está presa a necessidade de obter lucros. O quarto maior site do planeta tem algo em torno de 25 colaboradores. E só.

Pô cara com tudo isso a favor, então por que não fazer dela patrimônio da humanidade?

Vamos por partes como Jack.

Em primeiro vem a Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e a cultura) que deixa claro alguns aspectos sobre a validade da possível candidatura:

  • É necessário que um país membro da Unesco apresente a candidatura do possível patrimônio. No caso da Wikipédia é ainda mais complicado, pois ela definitivamente pertence a humanidade e não tem uma nação própria (por isso Jimmy Wales está na Alemanha pedindo apoio como falei no começo do post).

  • Até o presente momento só podem ser considerados espaços físicos, naturais ou culturais. De acordo com Lúcia Iglesias da Unesco Espanha “Por enquanto, não se considera que um bem intangível possa se tornar parte do patrimônio mundial”.

  • A mesma continua ao dizer que a Wikipédia deveria se candidatar a categoria de “Patrimônio Imaterial da Humanidade” (categoria realmente existente), por não ter corpo físico.

Todas essas razões fazem bastante sentido, afinal são as regras estabelecidas pela Unesco desde sempre. Para que a Wikipédia pudesse ter chance seria necessário uma dilatação e ajustamento dessas regras, e a partir dai pode ter certeza que é um jogo político que não cabe a nós meros mortais. Claro que se muita gente de diversos países assinarem a petição pode haver uma pressão maior para a inclusão da Wikipédia nos patrimônios, mas ainda assim a decisão não é nossa.

Esses são os motivos oficiais. Os meus são bem mais “simples”:

  • A Wikipédia é algo sem precedentes. Ela não precisa de antigos “celos” pra se destacar. Ela representa um mundo novo, onde existe sabedoria pública e construção coletiva, algo muito mais belo e significativo que qualquer pirâmide no meio do deserto ou estátua no meio de uma ilha. Nós somos seus guardiães, pessoas, não nações. A Wikipédia não precisa ser protegida pela bandeira da Unesco ou qualquer outra. Nós, o povo, sabemos reconhecer algo importante quando é colocado na nossa frente.

  • Sinceramente não assinei a petição. Quanto abri a pagina acabei parando pra pensar em tudo isso. Eu sou um entusiasta da internet, e qualquer medida que engrandeça seu valor me é valida. Contudo essas medidas pra mim são como as manifestações na Espanha ou o movimento #preçojusto, impulsionados pela Web e suas redes sociais. Não que ache errado essa campanha de Jimmy Wales, só acho desnecessária.

Resumindo, como ta escrito no titulo desse post: Wikipédia já é nosso patrimônio. Não preciso da Unesco pra saber disso!

E você, o que acha disso?De sua opinião ai embaixo xD
_________________________________________________________________________________

Vale a pena pesquisar:

Lista dos patrimônios brasileiros: http://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_do_Patrim%C3%B4nio_Mundial_no_Brasil

Um pouco sobre as manifestações na Espanha: http://aeiou.visao.pt/fotos-mega-manifestacao-em-espanha=f603757

Sobre o #preçojusto: http://www.precojustoja.com.br/

Você já leu o Manifesto?Leia e entenda a proposta desse blog.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: